D3 Strázov-Brodno

arrow_down
  • STRÁZOV - BRODNO

    ESLOVÁQUIA (MSS M45-S) 2016-2017

D3 Strázov-Brodno

ESLOVÁQUIA (MSS M45-S) 2016-2017

Localização
Zilina, Eslováquia
Ano de Realização
2016-2017
Cliente
Obra
tipo: Dois segmentos de viadutos paralelos com comprimento total de 821 m
Vão-tipo: 45 m
Largura do tabuleiro: 13,1 m
Secção: PI (π)
Características do equipamento
Modelo: MSS M45-S
Tipo de equipamento: In situ
Tipologia: Cimbre superior
Sistema OPS: Integrado
Rendimento: Ciclos de 10 dias
Desafios
• Aumento da massa viajante
• Projecto de cofragem muito exigente devido à proximidade dos tabuleiros e ao raio de curvatura em planta (baixo e variável)
• Permitir ao cliente a 4ª reutilização de um equipamento próprio
Soluções
• Cálculos efectuados de forma a poder haver aumento de massa viajante e manter os custos de modificação o mais baixo possível, conforme as expectativas do cliente
• Trabalho efectuado em conjunto com o fornecedor de cofragem para possibilitar os avanços
Resultados
• Duração de construção: 48 semanas
• Grande qualidade de construção e controlo de deformações
• Construção de tabuleiro altamente optimizado
• Altos níveis de segurança na construção
  

D1 Fricovce Svinia

arrow_down
  • D1 FRICOVCE -SVINIA

    ESLOVÁQUIA (MSS M45-S) 2013-2014

D1 Fricovce Svinia

ESLOVÁQUIA (MSS M45-S) 2013-2014

Localização
Presov, Eslováquia
Ano de Realização
2013-2014
Cliente
Obra
tipo: Dois viadutos, comprimento de 167,1m + 254,6m
Vão-tipo: 45 m
Largura do tabuleiro: 28,6 m
Secção: Caixão
Características do equipamento
Modelo: MSS M45-S
Tipo de equipamento: In situ
Tipologia: Cimbre superior
Sistema OPS: Integrado
Rendimento: Ciclos de 16 dias
Desafios
• Construir 2 pontes relativamente curtas e viabilizá-las para o uso de cimbre autolançável
• Redução nos custos de construção
Soluções
• Desenvolvido sistema de transporte do cimbre autolançável de um viaduto para o outro sem desmontagem utilizando o traçado da via em construção
Resultados
• Duração de construção: 23 + 25 semanas
  

D1 Jablonov – Jánovce

arrow_down
  • D1 JABLONOV - JÁNOVCE

    ESLOVÁQUIA (MSS M70-S) 2013-2014

D1 Jablonov - Jánovce

ESLOVÁQUIA (MSS M70-S) 2013-2014

Localização
Presov, Eslováquia
Ano de Realização
2013-2014
Cliente
Obra
tipo: Dois viadutos, comprimento de 412,1 m + 364,6 m
Vão-tipo: 65 m
Largura do tabuleiro: 28,7 m
Secção: Caixão
Características do equipamento
Modelo: MSS M70-S
Tipo de equipamento: In situ
Tipologia: Cimbre superior
Sistema OPS: Integrado
Rendimento: Ciclos de 14 dias
Desafios
• Construir 2 pontes relativamente curtas e viabilizá-las para o uso de cimbre autolançável
• Redução do custo de construção
Soluções
• Desenvolvido sistema de transporte do cimbre autolançável de um viaduto para o outro sem desmontagem utilizando o traçado da via em construção
Resultados
• Duração de construção: 34 + 24 semanas (mais rápido que outras soluções alternativas)
  

Opatovicky Canal

arrow_down
  • REPÚBLICA CHECA (MSS M45-S) 2010-2011

    OPATOVICKY CANAL

    REPÚBLICA CHECA (MSS M45-S) 2010-2011

Opatovicky Canal

REPÚBLICA CHECA (MSS M45-S) 2010-2011

Localização
Pardubice, República Checa
Ano de Realização
2010-2011
Cliente
Obra
tipo: Um viaduto, dois tabuleiros paralelos, comprimento de 253,5m + 223,9m
Vão-tipo: 41,5 m
Largura do tabuleiro: 13 m
Secção: PI (π)
Características do equipamento
Modelo: MSS M45-S
Tipo de equipamento: In situ
Tipologia: Cimbre superior
Sistema OPS: Integrado
Rendimento: Ciclos de 14 dias
Desafios
• Construção de dois tabuleiros paralelos idênticos aos da primeira obra realizada pelo cimbre M45-S (Sokolov-Tisova)
Soluções
• A aposta na continuidade do método construtivo e opção de reutilização do M45-S para a construção destas obras foi natural
• Aposta segura numa solução já comprovada no passado, económica e com prazo de execução garantido
Resultados
• Duração de construção: 34+34 semanas
• Construção rápida
• Grande qualidade de construção e controlo de deformações
• Altos níveis de segurança na construção
• A ripagem transversal da máquina para a construção do 2º tabuleiro foi uma operação fácil dado o reduzido peso da mesma
  

Creek Valley

arrow_down
  • ESLOVÁQUIA (MSS M70-S) 2010-2011

    CREEK VALLEY

    ESLOVÁQUIA (MSS M70-S) 2010-2011

Creek Valley

ESLOVÁQUIA (MSS M70-S) 2010-2011

Localização
Nitra, Eslováquia
Ano de Realização
2010-2011
Cliente
Obra
tipo: Viaduto, comprimento total de 957m (construção com MSS: 702m)
Vão-tipo: 69 m
Largura do tabuleiro: 25,66 m
Secção: Caixão (em duas fases)
Características do equipamento
Modelo: MSS M70-S
Tipo de equipamento: In situ
Tipologia: Cimbre superior
Sistema OPS: Integrado
Rendimento: Ciclos de 20 dias (2 fases)
Desafios
• Encontrar uma solução que permitisse dispensar estruturas provisórias construindo o vão que o Projectista pretendia (vão de aproximadamente 70m)
Soluções
• Utilizar o cimbre autolançável superior M70-S (capacidade para vãos até 70m) anteriormente utilizado em Valência
• Em função do estudo realizado em conjunto com a BERD, o Projectista da ponte optou por um vão tipo de 69m
Resultados
• Duração de construção: 55 semanas
• Construção mais rápida face ao projeto inicial
• Optimização – sem necessidade de construção e demolição de estruturas provisórias
• Construção mais industrializada e operacionalmente mais facilitada face às alternativas
• Qualidade de construção mais elevada devido à diminuição e controlo das deformações
• O Sistema OPS permitiu a betonagem do caixão em duas fases, sem o perigo de fissuração
• Redução final no custo de construção do viaduto optimizado face ao projeto inicial
Artigos Científicos relacionados com este projecto aqui

Sokolov-Tisová

arrow_down
  • REPÚBLICA CHECA (MSS M45-S) 2010

    SOKOLOV-TISOVA

    REPÚBLICA CHECA (MSS M45-S) 2010

Sokolov-Tisová

REPÚBLICA CHECA (MSS M45-S) 2010

Localização
Karlovy Vary e Plzen, República Checa
Ano de Realização
2010
Cliente
Obra
tipo: Viaduto, com dois tabuleiros de 238 m cada
Vão-tipo: 42 m
Largura do tabuleiro: 13 m
Secção: PI (π)
Características do equipamento
Modelo: MSS M45-S
Tipo de equipamento: In situ
Tipologia: Cimbre superior
Sistema OPS: Integrado
Rendimento: Ciclos de 14 dias
Desafios
• Prazos exigentes
• Traçado do pré-esforço do viaduto deixava desafios não usuais para outro processo construtivo resolver
Soluções
• O M45-S com Sistema OPS possibilitou a optimização da operação e permitiu ciclos rápidos
• Cinemática da máquina estudada de forma a resolver o desafio levantado pelo traçado de pré-esforço
Resultados
• Duração de construção: 22 semanas
• Rápido domínio, por parte do cliente, desta tecnologia inovadora
• Construção rápida
• Grande qualidade de construção e controlo de deformações
• Altos níveis de segurança na construção